Conecte nossas redes

Business

Internet Explorer é desativado após 26 anos de existência

Publicado

on

capa, internet explorer, navegador, fim do internet explorer, internet, tecnologia, sejacriativo, destaque

Definitivamente o navegador Internet Explorer 11 foi aposentado em diversas versões do Windows.

Internet Explorer é desativado após 26 anos de existência

Talvez você goste de ler:

BeReal: a rede social francesa que é “anti-influenciadores”

Em homenagem ao mês LGBTQIA+, Meta lança figurinhas e avatares temáticos

Um novo navegador

O Internet Explorer, lançado em 24 de agosto de 1995, estava prestes a completar 27 anos de existência. De antemão, todo mundo que utilizou a internet nos primórdios lembra do navegador, que foi perdendo espaço para o Microsoft Edge desde sua criação em 2015.

Em agosto de 2021 foi encerrado o suporte para o Explorer nos serviços do Microsoft 365. Em março agora, foi anunciada sua descontinuidade em 15 de junho.

Dessa forma, a desativação acontece para os dispositivos com o Windows 10, pois o navegador já não estava disponível mais para o Windows 11, que trazia como navegador padrão o Microsoft Edge.

Para outros sistemas operacionais, como Windows 7 ESU, Windows 8.1 e nas versões do Windows 10 LTSC e Server, o Internet Explorer continuará disponível. E as atualizações permanecerão até os sistemas caírem em desuso.

Todavia, ainda não se trata de uma desativação completa do navegador, sobretudo por que ela acontecerá em duas etapas. Em primeiro lugar, sempre que um usuário tentar acessar o Explorer, será direcionado para o Microsoft Edge. Posteriormente, ele será oficialmente desativado.

Em conclusão, quem ainda deseja utilizar o modo IE no Microsoft Edge, precisa manter o aplicativo do Internet Explorer em seu computador, pois o sistema precisa do aplicativo para acesso do modo.

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Business

Cannes Lions 2022: Harris Reed e as exigências da geração Z

Publicado

on

Harris Reed, cannes lions, trans, sejacriativo, destaque, destaques, moda

Durante a edição do Cannes Lions 2022, teve um nome que chamou muito atenção: Harris Reed. A designer britânica trans, de apenas 26 anos e que abandonou a faculdade, já possui grandes feitos no mundo da moda. Atualmente, ela já tem em seu portfólio trajes desenvolvidos para celebridades como Adele, Emma Watson, Harry Styles e Lizzo.

Harris subiu no palco do festival na posição de CEO do Edelman Gen Z Lab. Uma iniciativa que conta com vários funcionários para gerar insights e campanhas voltadas para marcas que querem ter relevância com a geração Z.

Cannes Lions 2022: Harris Reed e o que a sociedade atual exige das marcas

Entre outras palavras, a designer afirmou que atualmente as marcas possuem algumas cobranças do público, como:

1. Coerência – Antes de mais nada, a coerência é o ponto em que diversas empresas estão sendo questionadas. Atualmente é extremamente necessário que valores, discursos e dinheiro estejam alinhados.

2. Mais entendimento sobre o processo – Outro aspecto é a compressão dos processos, desde sustentabilidade, diversidade, a ética nas decisões que podem gerar resultados a longo prazo.

3. Quebra dos Tabus – Por fim, temos a quebra dos paradigmas, dos assuntos delicados e que não são mencionados. Ou seja, naturalizar discursos que ainda são considerados tabus.

Além disso, Harris fez menção a sua colaboração com marcas, pessoas e sociedade, ao lado da Oxfam. Empresa para a qual Harris desenvolveu uma coleção completa de vestidos de noiva, e durante o percurso, criou-se um novo conceito: a demi-couture. Isto é, ao invés de uma alta-costura, as peças de demi-couture dispõem de um capricho e uma singularidade, trazendo ao cliente uma peça única, todavia com um valor mais baixo.

Foto Divulgação B9.com.br

 

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no InstagramFacebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Tudo o que você precisa saber sobre feedback e a importância dele no trabalho

Publicado

on

feedback, empresa, feedback no trabalho, sejacriativo, destaque, destaques

Já houve um sentimento semelhante ao desânimo por não fazer ideia se as escolhas que você está tomando são boas para o seu trabalho ou sem rumo porque não faz ideia por onde começar? Bom, estes efeitos são consequências da ausência de feedbacks e isso podemos garantir. No entanto, você sabe qual é o conceito dessa pequena palavra, feedback?

Talvez você goste de ler:

4 dicas de como melhorar a sua comunicação no trabalho

Comunicação passiva, assertiva e agressiva. Qual é a sua?

Sobretudo é necessário salientar que o feedback é semelhante a uma via de mão dupla, isto é, você precisa receber para conseguir fornecer o necessário para seus clientes, assim como acontece com os cargos de liderança da empresa.

Tudo o que você precisa saber sobre feedback e a importância dele no trabalho

No momento em que uma pessoa ou empresa passa a não receber determinado feedback, a produtividade começa a entrar em declínio e muitas vezes todo o esforço colocado no projeto, acaba sendo direcionado para o lado errado e todo o trabalho passa a ser desperdiçado.

E esse não é o resultado esperado de um líder, não é mesmo? Então, confira a partir de agora, mais detalhes sobre o que realmente é feedback:

Conceito de feedback

A palavra feedback pode ser traduzida como: comentários, ou avaliação sobre determinadas atitudes e resultados alcançados. Em outras palavras, ele significa retorno construtivo. Construtivo, pois seu dever não é julgar determinada ação, mas sim auxiliar na identificação de pontos fortes e fracos do projeto em questão.

Este recurso é muito utilizado nas empresas, afinal, elas necessitam de um retorno, para analisar se seus funcionários, produtos e serviços estão andando junto com suas expectativas, e caso não estejam, ela tem a função de encontrar uma solução para o problema.

Feedback formal e informal

Dentro do conceito de feedacks temos o formal e informal. O feedback formal diz respeito ao gestor compartilhar o cenário atual com seu liderado em uma reunião, no qual, pontos que devem ser ajustados entram em questão.

Já o informal é fornecido diariamente de forma constante. Portanto, o líder deverá constantemente incentivar seus liderados para que forneçam bons resultados.

Importância do feedback

Após conferir o conceito e uma das características, vamos abordar diretamente sobre sua real importância no cotidiano da empresa. Primeiramente, o feedback deve ser implantado em uma empresa para conceder um acompanhamento mais próximo com os colaboradores, como por exemplo, quais pontos devem ser modificados para que haja mais resultados positivos e assim o impedimento de prejuízos a empresa e aos funcionários envolvidos.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Design thinking para inovar o seu negócio

Publicado

on

A princípio você sabe o que é design thinking? Bem, este é um método que pode ser utilizado em todas as áreas que precisam trabalhar com inovação e criatividade. Bora conhecer um pouco mais sobre design thinking para inovar o seu negócio!

Todavia, sendo este o foco, acima de tudo é preciso sempre se perguntar sobre a necessidade humana antes cada processo e etapas para seguir em frente.

Talvez você goste de ler:

Vídeo marketing: propagandas que são exemplo de criatividade

7 carreiras alternativas para designers

De onde surgiu isso?

Primordialmente a noção de design como uma “forma de pensar” foi esboçada por Herbert A. Simon, na obra The Science of the Artificial, de 1969. Apesar disso, o processo ganhou maior notoriedade nos anos 90, principalmente por profissionais inseridos no Vale do Silício.

Definitivamente os principais expoentes do design thinking são: David Kelley, professsor da Universidade de Stanford e CEO da empresa de inovação IDEO, e seu colega Tim Brown, atual CEO desta mesma consultoria e autor de “Change by Design” (em português, “Design Thinking – Uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias”).

Popularizada pela IDEO, a abordagem foi apresentada e discutida em 2006, no Fórum Econômico Mundial de Davos. Como resultado, 2 anos depois, estampou uma das capas da Harvard Business Review. A partir daí, o mundo todo começou a aplicar o design thinking.

Estratégia centrada nas pessoas

Primordialmente o objetivo do método é alcançar soluções inovadoras, utilizando o pensando de design. Os resultados a partir dos projetos embasados por este método devem ser viáveis e sustentáveis, bem como, desejável para o cliente.

O design thinking conta com algumas etapas de processamento, que podem ser feitas também em grupo, e não necessita realização em sequência. Veja abaixo as cinco principais etapas, segundo o Instituto de Design de Stanford.

divulgação: IDEO.com

1. Criar empatia
Antes de mais nada, após identificar o problema, é preciso ter empatia pelos envolvidos, isto é, descobrir quais são suas necessidades, do que gostam e o que querem. Respondendo estas perguntas, você consegue deixar de lado seus conceitos e focar na demanda dos outros.

2. Definir
Contudo, após descobrir as necessidades dos clientes – ou quem quer que seja que estará no centro do problema – é preciso traçar tudo que precisa ser feito ou criado para resolver este problema. O ideal é criar uma persona para focar no humano por trás do processo.

3. Ideação
Da mesma forma, aqui você deve utilizar todo o conhecimento que adquiriu nas etapas anteriores para se arriscar na criação. Esta criação de seguir em forma de sugestões fluidas, sem censura e medo do erro.

4. Prototipar
Este é o momento de escolher algumas ideias e experimentar. Criar protótipos ajudam a identificar a melhor solução para resolver os problemas encontrados. O ideal é criar protótipos baratos, para auxiliar na investigação das ideias.

5. Testar
Desse modo, a etapa de teste consegue identificar se aquela criação consegue realmente solucionar o problema da persona, e caso precise de alguma alteração, é possível retornar em qualquer outra etapa e alterar ou descartar alguma ideia.

Considerações finais

Portanto, o método design thinking pode ser utilizado em empresas, ONGs, e governos ao redor do mundo. No Brasil temos o exemplo do Itaú Unibanco, Nubank e empresas ligadas a tecnologia e startup que utilizam o método para inovar em sua área. Além disso, Steve Jobs já comentou sobre o modelo e implementou na Apple.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

VAGAS DE EMPREGO para comunidade LGBTQIA+ começam a surgir

Publicado

on

lgbtqia, mercado de trabalho, inclusao lgbtqia no mercado de trabalho, sejacriativo, destaque

Durante muito tempo a comunidade LGBTQIA+ sofreu diversos preconceitos, violência e falta de informação por parte dos outros. Essa comunidade demorou décadas para adquirir direitos em alguns lugares do mundo e, em outros, até hoje, não conseguem receber o seu devido reconhecimento.

Talvez você goste de ler:

Em homenagem ao mês LGBTQIA+, Meta lança figurinhas e avatares temáticos

LGBTQIAP+ : ​​Ajudamos você a entender 19 termos de gênero

 

Nesse sentido, o preconceito sempre afetou diretamente como essa comunidade vivia, uma vez que era completamente difícil conseguir trabalho caso se assumisse para a sociedade. Todavia, no Mês do Orgulho LGBTQIA+, o debate acerca do emprego e da inclusão no mercado aumentaram significativamente.

Psicóloga fala sobre a inclusão da comunidade LGBTQIA no mercado de trabalho

De acordo com uma pesquisa realizada pelo coletivo #VoteLGBT+, os principais impactos que atingiram essa comunidade nos primeiros meses da pandemia foi a piora da saúde mental, bem como o afastamento da rede de apoio e a falta de fonte de renda. Desse modo, o levantamento que foi feito com 7.292 pessoas demonstra que durante o período pandemico, 6 a cada 10 pessoas LGBTQIA+ perdem o emprego ou a renda.

De acordo com a psicóloga e conselheira da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), Jacqueline Resch, ao fazermos um comparativo com as chances de emprego que essa comunidade tinha no passado, hoje, pode-se ver uma abertura singela, mas ela existe. “Eu diria que algumas empresas saem na frente, estão mais sensíveis”, Jacqueline destacou.

No entanto, de acordo com as estatísticas, aproximadamente 75% dessa comunidade ainda esconde sua orientação sexual devido ao preconceito que existe no mercado. “eu diria que a gente está em processo de conscientização e de discussão de como a diversidade é importante para tudo, para o mundo dos negócios, inclusive”, pondera a psicóloga.

“O RH tem que estar consciente de que a gente só vai ter empresas melhores e ambientes de trabalho melhores quando eles forem diversos, quando forem inclusivos, por uma questão de justiça social. Quando você tem diversidade, há também diversidade de visão de mundo. As pessoas vêm de lugares diferentes, de histórias diferentes. Então, elas olham as questões organizacionais também de maneira diferente. Acho que isso é um ganho enorme”, concluiu.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

4 apps para ver o preço da gasolina

Publicado

on

preço do combustivel, gasolina, apps, dicas, wazel, destaque, destaques, sejacriativo

Antes de mais nada, o Brasil está passando por uma crise econômica, principalmente relacionada ao preço dos combustíveis. Ou seja, de antemão, isso afeta toda a dinâmica da economia, como o preço dos alimentos e o poder de compra da população, consequentemente. Todavia, confira a seguir 4 apps para ver o preço da gasolina.

Talvez você também goste de ler:

ECONOMIA CRIATIVA: PORTO ALEGRE É A CAPITAL DO TRABALHO FORMAL

Conheça esses 7 aplicativos que podem gerar uma renda extra

4 aplicativos para acompanhar os preços dos combustíveis

Nesse sentido, caso você esteja preocupado com as disparadas nos preços da gasolina que vem ocorrendo frequentemente, existem quatro aplicativos que mapeiam os preços dos combustíveis nos postos da sua cidade, sinalizando em qual está mais em conta para você abastecer o seu carro. Dessa forma, iremos trazer te mostrar quais são esses aplicativos, confere ai:

1. Waze

À primeira vista, esse aplicativo é um coringa no que refere-se aos aplicativos voltados a viagens. O Waze consegue te auxiliar a chegar no seu destino, evitando engarrafamentos, mostrando as melhores vias para você percorrer. Além disso, esse aplicativo ainda possibilita você destacar os postos que estão abertos próximo a você, mostrando, também, o preço dos combustíveis nesses postos de abastecimento.

2. Preço dos Combustíveis – Gaspass

Primordialmente, esse aplicativo encontra-se disponível tanto para smartphones quanto para desktop. Esse aplicativo lista para você o preço do etanol e do diesel nos postos que estão próximos a você. Caso você encontre um posto com um bom preço, ele permite você abrir a rota desse posto tanto pelo Google Maps quanto pelo Waze.

3. Completaí

Desde já, esse aplicativo também consegue apresentar os preços dos combustíveis de postos que estão próximos de você. Ao abrir a interface do sistema, você deve escolher o tipo de combustível de sua preferência, bandeira e distância. Depois disso, o aplicativo consegue listar as melhores opções para você.

4. Drivvo

Acima de tudo, esse aplicativo foi desenvolvido para te auxiliar a gerenciar as finanças do seu veículo, como a manutenção, o combustível e as despesas em geral. Nesse sentido, o aplicativo possui uma função chamada de “onde abastecer”, na qual mostra no mapa os postos próximos com o menor preço disponível em relação ao diesel e ao etanol.

Então, o que você achou desse artigo sobre os 4 aplicativos para acompanhar os preços dos combustíveis? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Vídeo marketing: propagandas que são exemplo de criatividade

Publicado

on

Vídeo marketing, marketing, propagandas, criatividade, sejacriativo, destaque

À primeira vista, ser criativo no mundo das propagandas é extremamente importante para atrair a atenção e, acima de tudo, novos clientes.

Além disso, uma boa propaganda é essencial para fazer a diferença no mercado, uma vez que existe bastante competitividade. Ou seja, quanto mais “fora da caixa” for sua ideia, é provável que você se torne memorável e as suas vendas aumentem.

Talvez você goste de ler:

Marketing Omnichannel o que é?

11 frases sobre criatividade que vão inspirar você

Vídeo marketing: 4 propagandas que são exemplo de criatividade

Nessa perspectiva, pensando em como propagandas criativas fazem a diferença, separamos algumas que podem, em tese, inspirar você nessa jornada. Confere ai:

1. Cerveja Guinness

Primeiramente a Guinness é a sexta maior cervejaria do mundo e atua em mais de 60 países. Além disso, a empresa conseguiu mostrar que uma edição simples pode ser bem efetiva no quesito criatividade, uma vez que sua maior propaganda de sucesso mostra como sua cerveja pode ser consumida em qualquer ocasião. Assista:

2. Havaianas

Nesse sentido, sem sombra de dúvidas, a Havaianas é líder no quesito criatividade. De fato, a empresa sempre teve propagandas criativas, mas essa é fenomenal, mostrando que, com uma linguagem despojada, é possível mostrar que seu chinelo é o chinelo de todos os brasileiros. Assista:

3. Posto Ipiranga

Contudo, essa propaganda está na cabeça de todos os brasileiros até hoje, sem dúvida alguma. Do mesmo modo a ideia é genial, na medida em que o protagonista sempre recomenda resolver qualquer situação no posto Ipiranga. Confere aqui:

4. Twix

De antemão, esse comercial do chocolate Twix utiliza-se da comédia, e de certo modo, de uma “síndrome” onde os personagens não conseguem parar de falar as palavras chave que compõem o marketing do produto. Seja como for, vale a pena assistir.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

WhatsApp irá cobrar por uso do aplicativo, confira!

Publicado

on

A princípio a Meta, empresa responsável pelo Facebook, Instagram e WhatsApp, está desenvolvendo uma nova versão do WhatsApp que será paga.

Sobretudo, alguns detalhes da modalidade já estão disponíveis nas atualizações beta para Android, iOS e desktop. Bora conferir de perto o que vai mudar.

WhatsApp irá cobrar por uso do aplicativo, confira!

Talvez você goste de ler também:

Como programar posts no Meta Business

Em homenagem ao mês LGBTQIA+, Meta lança figurinhas e avatares temáticos

Confira live com nossos parceiros do Seu Crédito Digital sobre:

Mas afinal, quanto vai custar isso?

Mês passado, durante o evento Conversations da Meta, foi anunciada a versão paga do WhatsApp, com funções extras e focada em negócios.

Sobretudo o aplicativo ganhará um serviço de hospedagem em nuvem gratuito e seguro fornecido pela Meta, conforme Mark Zuckerbeg. No entanto, os valores da assinatura e plano premium do WhatsApp Business ainda não foram divulgados.

Nova Interface de Programação de Aplicações (API) do WhatsApp inclui serviço de hospedagem oferecido pela Meta.

A novidade é exclusiva para contas comerciais, mas é de escolha da empresa ou do empresário aderir ou não ao plano, tendo em vista que terão acesso ainda a uma versão gratuita.

As empresas poderão criar links personalizados de anúncios como por exemplo: “wa.me/lojasejacriativo”.

Novos recursos

Todavia, o WhatsApp Premium permitirá vincular a conta em até 10 dispositivos e criar links comerciais personalizados. Desse modo, vale ressaltar que os links já estavam liberados, no entanto, com o novo plano de assinatura, eles poderão ser personalizados.

Definitivamente, não se sabe informações sobre a data de lançamento, valor e funções incluídas.

Conforme Zuckerberg, mais de 1 bilhão de usuários se conectam a uma conta comercial do WhatsApp Business todas as semanas. A expectativa da empresa é de que esses números cresçam ainda mais com pequenas e médias empresas (PMEs).

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Veja algumas dicas para ganhar dinheiro com o Marketing Digital

Publicado

on

capa, marketing digital, vendas, marketing, ebook, sejacriativo, destaque, destaques

A princípio, caso você tenha vontade de trabalhar com Marketing Digital, trago uma boa notícia: existem muitas maneiras distintas de atuar nessa área e obter ganhos significativos.

Entretanto, é necessário que o profissional estude maneira empenhada, pois essa é uma área que exige muita técnica e não é fácil. Sobretudo, pensando nisso, separamos aqui algumas dicas para você saber como ganhar dinheiro com o Marketing Digital.

Talvez você goste de ler:

Marketing digital: entre para o mercado de influência e ganhe ótimos salários

MARKETING DIGITAL: é seguro trabalhar com Marketing de Afiliados?

5 maneiras de ganhar dinheiro com Marketing Digital

1. Trabalhar em empresas

Nos dias atuais, quase todas as empresas, ainda que não sejam essencialmente de comunicação, necessitam de um profissional de marketing. Segundo dados, 76,2% das empresas brasileiras já estão conectadas na internet ou já entraram no processo de digitalização.

Primordialmente o marketing digital possui um futuro muito promissor, a tendência é que essa área cresça exponencialmente nos próximos anos.

Contudo, os cargos que atuam nessa área são: assistente de marketing, analista de marketing, designer, social media, redator, gestor de tráfego e copywriter, entre outros.

Nesse sentido, a melhor dica que podemos lhe dar é: escolha uma área estude muito!

A internet é um mundo que está sempre em transformação. Até mesmo as redes sociais, conforme vai surgindo uma, a mais antiga já vai sendo deixada para trás. Como por exemplo o Orkut, que foi superado pelo Instagram. Isso é apenas um exemplo para lhe mostrar como é necessário estar sempre atualizado.

2. Trabalhar como freelancer

Compreendendo o marketing digital você não terá necessariamente que atuar para uma empresa apenas.
É muito comum encontrar diversas pessoas que trabalham com marketing digital atuando como freelancers, prestando o serviço de maneira autônoma.

De maneira geral, esses profissionais atuam como MEI (microempreendedor individual), os custos são mais baixos e assim consegue emitir nota fiscal.

Existem diversos sites que divulgam vagas para freelancers como Workana e o 99jobs. Os grupos de Facebook e o LinkedIn também são locais adequados para encontrar diversas oportunidades de trabalho.

3. Consultoria de Marketing Digital

Outra possível ação dentro do marketing digital é a prestação de consultorias. É necessário que você adquira uma vasta experiência na área, algumas histórias de trabalhos bem sucedidos para apresentar e convencer os clientes de que você tenha capacidade de auxiliá-los.

Muitas empresas possuem dinheiro para investir em uma equipe interna de marketing, entretanto não sabe o caminho para gerar resultados. O consultor de marketing digital é o profissional que mostra qual o caminho deve ser seguido, ele educa os funcionários a traçar um plano estratégico para que o negócio consiga atingir seus objetivos.

4. Marketing de Afiliados

Atuar como um afiliado significa que você será aquela pessoa que divulga os produtos digitais de outras pessoas e quando alguém realizar a compra através do seu link de divulgação você recebe uma comissão por venda.

Quem atua como um afilhado costuma utilizar muito o marketing de conteúdo, especialmente através de blogs e redes sociais, realizar a criação de landing pages e fazer investimento em anúncios pagos.

As dicas são:

  • Escolher um nicho;
  • Encontrar um bom produto;
  • Estudar sobre a persona;
  • Investir em conteúdo e tráfego (orgânico e pago).

Entretanto, é necessário que você saiba o percentual que irá receber pela divulgação. O valor que você irá receber como comissão precisa ser superior a seus custos para divulgar aquele trabalho.

5. Infoprodutos

Nessa modalidade, ao invés de você divulgar o produto alheio, você cria o seu próprio infoproduto e utiliza os seus conhecimentos de marketing digital para divulgá-lo.

Caso você seja um designer, pode criar um kit de artes semiprontas e editáveis para as redes sociais de nichos específicos e segmentar os anúncios para os donos dos estabelecimentos.

Caso você seja gestor de tráfego, você pode criar um ebook, um curso online para ensinar àqueles que têm interesse em aprender sobre área.

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Mais Lidas