Conecte nossas redes

Criatividade

Em homenagem ao mês LGBTQIA+, Meta lança figurinhas e avatares temáticos

Publicado

on

Em homenagem ao mês LGBTQIA+, Meta lança figurinhas e avatares temáticos

Primordialmente junho é o mês do orgulho LGBTQIA+, e para os usuários compartilharem este orgulho com seus seguidores, o Facebook, Instagram e Messenger ganharam figurinhas e avatares temáticos.

Talvez você goste de ler:

Meta acaba de lançar WhatsApp Cloud API e WhatsApp Premium

Representatividade: Confira algumas produções LGBTQIAP+

Contudo, há pouco tempo as plataformas que fazem parte a Meta receberam a funcionalidade de Avatares 3D, onde os usuários podem personalizá-los do seu jeito, e agora eles contam com a opção de arrumá-los com opções focadas no tema LGBTQIA+. Sobretudo também existem as figurinhas temáticas, que enchem os posts de orgulho.

Conforme nota, o Facebook anunciou: “No Messenger, disponibilizamos efeitos de palavras personalizados com o tema Pride Char, além de novas figurinhas temáticas criadas pelo artista londrino não-binário Wednesday Holmes (ele/dele)”.

De maneira idêntica no Instagram, as figurinhas foram co-criadas com a artista Shanée Benjamin.

Acima de tudo, nos avatares 3D, os usuários podem vesti-los com roupas que carregam as cores da causa LGBT, adicionar bandeiras, acessórios e muito mais.

Do mesmo modo, para vídeos, foi disponibilizado um filtro de realidade aumentada, onde os usuários passam por um teste de audição musical. Chamado Show Your Skills, ele pode ser utilizado em posts para o Reels, Stories e até postagens para o Feed.

Mês do orgulho LGBTQIA+

No episódio que aconteceu no dia 28 de junho de 1969, um grupo e homens e mulheres que frequentavam um bar gay em Greenwichm – Nova York, apedrejaram uma viatura que tentava prender mulheres lésbicas injustamente, pois elas não estavam praticando nada de ilegal.

Na época, se seguiram diversos protestos durante cinco dias, e este episódio marca a luta internacional LGBTQIA+.

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Criatividade

Projetos brasileiros ganham destaque no festival Cannes Lions

Publicado

on

O Cannes Lions acontece na França e é o festival de criatividade mais relevante do mundo. Esse ano, por sua vez, ele ocorreu entre os dias 20 e 24 de junho.

Todos os anos o festival recebe  milhares de inscrições, que dispõe de criativas ideias publicitárias. Contudo, estima-se que, somente neste ano, estão envolvidos com o evento, cerca de 290 jurados de diversas partes do mundo.

Talvez você goste de ler:

Nike comemora 50 anos trazendo Spike Lee de volta para campanha

Projetos brasileiros ganham destaque no festival Cannes Lions

Segundo a organização do evento, cerca de 1.930 projetos provém de brasileiros. Este número representa cerca de 31% a mais do que na edição anterior. Desse modo, o Brasil fica como o terceiro na lista de países com mais campanhas inscritas. Apenas atrás dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Além disso, na última edição, o país conquistou 71 troféus. Dentre eles, 3 Grand Prix (maior prêmio), 14 leões de ouro, 20 de prata e 34 de bronze. Confira agora os, selecionamos alguns dos projetos que foram

1. “O uniforme que nunca existiu’, da TracyLocke, para Centauro;

A campanha trouxe como protagonista Aída dos Santos, a única mulher que competiu nas Olimpíadas de Tóquio nos anos 60. No entanto, Aída não possuía nenhum apoio, seja de treinador, seja de empresas para produzir seu uniforme. Situação que a obrigou utilizar um uniforme emprestado do time de futebol do Botafogo.

Assim, como uma pequena tentativa de recompensar este evento, a marca desenvolveu a campanha “O uniforme que nunca existiu”, que tem por objetivo central enaltecer a igualdade de gênero.

 

2. ‘A publicidade sustentável’, da Publicis Brasil, para Heineken;

A Heineken empresa fez uso do horário nobre na televisão brasileira para exibir seu comercial.

Durante o projeto, a tela ficou totalmente preta por, cerca de 40 segundos. Dessa forma, a marca aproveitou para frisar que as cervejarias da empresa usavam energia renovável, além de convidar a todos os espectadores a se registrarem pelo QR code que era exibido na tela.

Assim, ideia conseguiu gerar uma economia de energia, capaz de abastecer uma cidade de 60 mil habitantes.

 

3. ‘Novos beijos icônicos’, da GUT São Paulo, para Mercado Livre;

Bancado pela Parada do Orgulho LGBTQIA+ na cidade de São Paulo, o Mercado Livre divulgou uma campanha intitulada “Novos beijos icônicos”. Assim, ela visava realizar uma recriação de diversas cenas de beijos inspirados pela cultura pop, porém, desta vez com gays, lésbicas e outros casais para protagonizarem.

 

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Design thinking para inovar o seu negócio

Publicado

on

A princípio você sabe o que é design thinking? Bem, este é um método que pode ser utilizado em todas as áreas que precisam trabalhar com inovação e criatividade. Bora conhecer um pouco mais sobre design thinking para inovar o seu negócio!

Todavia, sendo este o foco, acima de tudo é preciso sempre se perguntar sobre a necessidade humana antes cada processo e etapas para seguir em frente.

Talvez você goste de ler:

Vídeo marketing: propagandas que são exemplo de criatividade

7 carreiras alternativas para designers

De onde surgiu isso?

Primordialmente a noção de design como uma “forma de pensar” foi esboçada por Herbert A. Simon, na obra The Science of the Artificial, de 1969. Apesar disso, o processo ganhou maior notoriedade nos anos 90, principalmente por profissionais inseridos no Vale do Silício.

Definitivamente os principais expoentes do design thinking são: David Kelley, professsor da Universidade de Stanford e CEO da empresa de inovação IDEO, e seu colega Tim Brown, atual CEO desta mesma consultoria e autor de “Change by Design” (em português, “Design Thinking – Uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias”).

Popularizada pela IDEO, a abordagem foi apresentada e discutida em 2006, no Fórum Econômico Mundial de Davos. Como resultado, 2 anos depois, estampou uma das capas da Harvard Business Review. A partir daí, o mundo todo começou a aplicar o design thinking.

Estratégia centrada nas pessoas

Primordialmente o objetivo do método é alcançar soluções inovadoras, utilizando o pensando de design. Os resultados a partir dos projetos embasados por este método devem ser viáveis e sustentáveis, bem como, desejável para o cliente.

O design thinking conta com algumas etapas de processamento, que podem ser feitas também em grupo, e não necessita realização em sequência. Veja abaixo as cinco principais etapas, segundo o Instituto de Design de Stanford.

divulgação: IDEO.com

1. Criar empatia
Antes de mais nada, após identificar o problema, é preciso ter empatia pelos envolvidos, isto é, descobrir quais são suas necessidades, do que gostam e o que querem. Respondendo estas perguntas, você consegue deixar de lado seus conceitos e focar na demanda dos outros.

2. Definir
Contudo, após descobrir as necessidades dos clientes – ou quem quer que seja que estará no centro do problema – é preciso traçar tudo que precisa ser feito ou criado para resolver este problema. O ideal é criar uma persona para focar no humano por trás do processo.

3. Ideação
Da mesma forma, aqui você deve utilizar todo o conhecimento que adquiriu nas etapas anteriores para se arriscar na criação. Esta criação de seguir em forma de sugestões fluidas, sem censura e medo do erro.

4. Prototipar
Este é o momento de escolher algumas ideias e experimentar. Criar protótipos ajudam a identificar a melhor solução para resolver os problemas encontrados. O ideal é criar protótipos baratos, para auxiliar na investigação das ideias.

5. Testar
Desse modo, a etapa de teste consegue identificar se aquela criação consegue realmente solucionar o problema da persona, e caso precise de alguma alteração, é possível retornar em qualquer outra etapa e alterar ou descartar alguma ideia.

Considerações finais

Portanto, o método design thinking pode ser utilizado em empresas, ONGs, e governos ao redor do mundo. No Brasil temos o exemplo do Itaú Unibanco, Nubank e empresas ligadas a tecnologia e startup que utilizam o método para inovar em sua área. Além disso, Steve Jobs já comentou sobre o modelo e implementou na Apple.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Criatividade

Nike comemora 50 anos trazendo Spike Lee de volta para campanha

Publicado

on

nike, logo, spike lee, destaque, sejacriativo, manchete

Antes de mais nada, a Nike está completando 50 anos de existência, e para comemorar a marca, trouxe de volta uma propaganda icônica com a presença de Spike Lee.

Talvez você goste de ler:

BRANDING: marcas Coca-Cola e Jack Daniel´s lançam produto

15 manuais de identidade da marca para inspirar você

Nike comemora 50 anos trazendo Spike Lee de volta para campanha

Spike Lee aparece no papel de Mars Blackmon, personagem dos anos 80 que fez parte da campanha de marketing Seen it All, e mostra os lançamentos da Nike, com muita nostalgia.

De antemão, podemos ver Spike Lee jogando xadrez com uma jovem, e lhe conta sobre alguns momentos esportivos que acompanhou nas últimas décadas. Entre eles, por exemplo estão alguns nomes do futebol, como Alex Morgan e Megan Rapinoe, que ascenderam no futebol e Steve Prefontaine, que bateu recordes na corrida.

Em seguida, Lee diz: “Não há nada que eu não tenha visto”, e a garota responde: “Tudo bem à moda antiga, mas com o devido respeito, o passado foi ótimo e tudo mais, mas o futuro está aí”. Então, ela fala sobre atletas atuais e acaba vencendo a partida de xadrez.

Por analogia, na campanha original, Spike and Mike, Spike Lee estrelou ao lado de Michael Jordan, e foi o pontapé inicial para a representatividade negra na publicidade.

A nova campanha da Nike, passou a ser exibida no Twitter, no último domingo (19). Antes do lançamento da campanha de aniversário, a marca postou uma provocação em sua conta do Instagram: “É o nosso 50º aniversário.

Então, estamos começando uma semana de lendas do passado e do futuro que nos inspiram”. Tanto a campanha antiga, quanto a nova, foram criadas com a Wieden+Kennedy.

Relembre a campanha antiga:

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Vídeo marketing: propagandas que são exemplo de criatividade

Publicado

on

Vídeo marketing, marketing, propagandas, criatividade, sejacriativo, destaque

À primeira vista, ser criativo no mundo das propagandas é extremamente importante para atrair a atenção e, acima de tudo, novos clientes.

Além disso, uma boa propaganda é essencial para fazer a diferença no mercado, uma vez que existe bastante competitividade. Ou seja, quanto mais “fora da caixa” for sua ideia, é provável que você se torne memorável e as suas vendas aumentem.

Talvez você goste de ler:

Marketing Omnichannel o que é?

11 frases sobre criatividade que vão inspirar você

Vídeo marketing: 4 propagandas que são exemplo de criatividade

Nessa perspectiva, pensando em como propagandas criativas fazem a diferença, separamos algumas que podem, em tese, inspirar você nessa jornada. Confere ai:

1. Cerveja Guinness

Primeiramente a Guinness é a sexta maior cervejaria do mundo e atua em mais de 60 países. Além disso, a empresa conseguiu mostrar que uma edição simples pode ser bem efetiva no quesito criatividade, uma vez que sua maior propaganda de sucesso mostra como sua cerveja pode ser consumida em qualquer ocasião. Assista:

2. Havaianas

Nesse sentido, sem sombra de dúvidas, a Havaianas é líder no quesito criatividade. De fato, a empresa sempre teve propagandas criativas, mas essa é fenomenal, mostrando que, com uma linguagem despojada, é possível mostrar que seu chinelo é o chinelo de todos os brasileiros. Assista:

3. Posto Ipiranga

Contudo, essa propaganda está na cabeça de todos os brasileiros até hoje, sem dúvida alguma. Do mesmo modo a ideia é genial, na medida em que o protagonista sempre recomenda resolver qualquer situação no posto Ipiranga. Confere aqui:

4. Twix

De antemão, esse comercial do chocolate Twix utiliza-se da comédia, e de certo modo, de uma “síndrome” onde os personagens não conseguem parar de falar as palavras chave que compõem o marketing do produto. Seja como for, vale a pena assistir.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

ECONOMIA CRIATIVA: PORTO ALEGRE É A CAPITAL DO TRABALHO FORMAL

Publicado

on

Na última quarta-feira foi divulgado um estudo que aponta que a capital gaúcha lidera a concentração de empregos formais na economia criativa. Desde já, bora conferir os principais dados aferidos na pesquisa.

Economia Criativa: Porto Alegre é a capital do trabalho formal

Talvez você goste de ler também:

Coisas mais pesquisadas no Google

 

4 sites para você fazer pesquisa visual

Porto Alegre lidera concentração de empregos formais

Segundo a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG-RS), Porto Alegre é apontada como a principal capital brasileira em empregos formais na economia criativa. A princípio são 100.685 postos nos setores da cultura, criatividade, conhecimento e inovação representam 11,9% dos empregos formais da cidade.

De antemão isso coloca Porto Alegre à frente de Florianópolis (11,7%), São Paulo (11,6%) e Rio de Janeiro (10,9%) no ranking nacional. Por outro lado, quando considerado número absolutos de postos de trabalho, Porto Alegre aparece em sexto lugar.

Salários e impostos acelerando a economia

De acordo com o estudo, a economia criativa movimentaram cerca de R$ 4,5 bilhões em termos de salários e outras remunerações dos trabalhadores, apenas considerando os vínculos formais de trabalho em 2019.

Da mesma forma, os subsetores, de Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino Superior representaram R$ 2,05 bilhões, seguido de Arquitetura, Design e Moda (R$ 1,03 bilhões) e Tecnologia da informação e software (R$ 939 milhões).

Em contrapartida, à arrecadação de impostos com a economia criativa foi responsável uma boa arrecadação municipal.

Em 2020 por R$ 264,10 milhões relativos ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). Conforme dados, os setores mais tributados foram: o de Publicação, editoração e mídia (R$ 83,65 milhões) liderou a lista, posteriormente, Tecnologia da informação e software (R$ 65,02 milhões) e da Pesquisa, desenvolvimento e ensino superior (R$ 45,07 milhões).

De maneira idêntica, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), as atividades da economia criativa geraram em 2020 uma arrecadação de R$ 143 milhões.

Remuneração média e outros dados

Definitivamente remuneração média de rendimentos dos trabalhadores assalariados na economia criativa, em 2019 era de R$ 3.471 em Porto Alegre, ao contrário dos dados apontados pelo IBGE, que apontava R$ 2.556 no mesmo período.

Em síntese, 13,9% do trabalho formal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre concentra 1 em cada 5 empreendimentos criativos do Estado. Portanto, 14% das atividades ligadas à economia criativa em Porto Alegre estão diretamente envolvidas em 11.747 empresas do segmento, sendo 34,3% divididos em Arquitetura, design de moda e 19,8% em TI e software.

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Fonte: Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão do Rio Grande do Sul e IBGE.
Continuar Lendo

Business

17 perguntas recorrentes em entrevistas de emprego

Publicado

on

17 perguntas recorrentes em entrevistas de emprego

Antes de mais nada, precisamos entender que o empregador sempre fará algumas perguntas para conhecer melhor o candidato a vaga. Com isso, ele confere se seus valores estão de acordo com os valores da empresa. Desse modo, não há importância para qual cargo você se canditará, nesse momento, o mais importante são as suas respostas. Por isso, para não ser surpreendido, confira 17 perguntas recorrentes em entrevistas de emprego. Infelizmente, não haverá nenhuma resposta certa. De acordo com especialistas a única forma de se sair bem neste processo seletivo é oferecer sua sinceridade. Ou seja, quanto mais verdadeiro você for, maiores são as suas chances de ser contratado.

Talvez você goste de ler também:

Estratégias de marketing para o seu LinkedIn

Saiba como pedir demissão da forma correta

17 perguntas recorrentes em entrevistas de emprego

1. Pedir para contar mais sobre você.

Há uma variação entre os entrevistadores, no entanto, todos possuem expectativa. De uma forma geral, é desejo do empregador conhecer mais sobre sua vida acadêmica, incluindo o que você gosta de fazer, sonhos e também suas expectativas.

2. Querem saber os seus objetivos a curto prazo.

Antes de informar ao empregador é necessário pensar sobre o que de fato você deseja,  e desse modo entender se a presente oportunidade faz sentido ou não.

3. E a longo prazo também.

Assim como uma relação amorosa, será essencial que o indivíduo esclareça de forma direta quais são seus pensamentos para o futuro na vida profissional. Desse modo, para alcançar tal propósito será necessário ter clareza no que se quer.

4. Como você age sob pressão?

Mais comum do que imaginamos, essa pergunta é uma peça chave na entrevista. Assim, ela é utilizada para trazer uma compressão mais clara sobre suas reações em situações de pressão. Nesse sentido, conte-lhe sobre suas experiências vivenciadas em outros trabalhos. Essa atitude irá dar consistência à resposta e segurança para o empregador analisar seu perfil profissional.

5. Por que devemos contratá-lo?

Para os especialistas, responder esta pergunta de forma vaga não será satisfatório. Ele deverá relatar firmemente como poderá colaborar com o crescimento da organização.

6. De que forma você contribuirá com a empresa?

Este é um dos questionamentos que deve ser feito antecipadamente, para que o indivíduo realmente faça uma análise sobre a resposta. O que realmente a empresa espera de mim? Quais serão as suas expectativas? Se não houver clareza neste ponto, questione o selecionador.

7. Suas maiores realizações profissionais

Nesse momento, você deve ser marketeiro de você mesmo. Por isso, pense nas três maiores realizações que você teve ao longo de sua carreira e explique um pouco sobre cada uma para o recrutador.

8. Seus pontos fortes

Às vezes é um pouco difícil falarmos sobre nós mesmos. Tente pensar o que seus colegas de trabalho falariam de você e liste seus principais talentos. Se, por acaso, você ainda estiver inseguro com essa questão, leia também esse artigo com um manual de como escrever sobre você mesmo.

9. O que você entende que pode melhorar

Quando a pergunta vier dessa forma, eleja um ponto seu que precisa melhorar. Mas, não foque no seu ponto fraco, fale sobre o que você está fazendo para superar essa dificuldade.

Sounds Good Season 4 GIF by The Office

10. O seu maior sonho

Atenção, lembre-se de responder a essa pergunta de maneira profissional. Nesse momento é importante que você saiba exatamente o que quer, para que sua resposta seja autêntica. Além disso, isso contribuirá para encontrar uma empresa mais alinhada com o seu estilo.

11. Por que você saiu do seu antigo emprego

De maneira alguma fale mal da empresa, chefes ou colegas. O melhor é falar que está em busca de melhores oportunidades profissionais, ou ainda, buscando alavancar sua carreira.

12. Por que você está ou esteve tanto tempo no mesmo emprego

Aqui, você poderá responder que a empresa onde permaneceu ou permanece bastante tempo é compatível com seu perfil. Além disso, citar que possui uma boa equipe ou que a empresa valoriza os funcionários também e válido. Porém, você pode fechar a resposta falando que busca novas experiências profissionais.

13. Como você reaje a críticas

Aqui temos outra pergunta bem comum em entrevistas de emprego. A partir disso, você pode responder que críticas sao bem vindas, elas fazem com que você não cometa os mesmos erros e é parte essencial para o crescimento profissional.

14. O que é importante em uma empresa

Mais uma vez, responda de maneira autêntica. Você pode utilizar coisas que estejam ligadas aos seus valores pessoais. Por exemplo: organização, valores profissionais, seriedade…

15. Como você é no trabalho

Diante dessa pergunta, você pode responder o que as empresas gostam de ouvir. Mas, desde que seja verdade, é claro. Desse modo, falar que você é pontual, gosta de trabalhar em equipe, é responsável, dinâmico, entre outras qualidades, são boas respostas.

16. Por que você escolheu trabalhar com isso

Primeiramente, cabe entender que as empresas gostam de funcionários motivadas e felizes. Por isso, essa pergunta é sempre tão importante. Afinal, se você responder que gosta do que faz e se identifica com sua área de trabalho, a empresa entenderá isso.

17. Como você reage quando algo sai do seu escopo

Pois bem, no dia a dia do trabalho as coisas saem de maneiras que não planejamos e isso é totalmente normal. Inclusive, os recrutadores sabem tão bem disso que entendem que mais importante que o problema é a reação do funcionário diante do acontecimento. Por isso, a melhor resposta para essa pergunta é dizer que mantém a calma e tenta encontrar a melhor solução para reverter o problema de maneira eficaz.

Lembre-se de ser você mesmo

Por fim, sabemos que muitas vezes o nervosismo ou a ansiedade tomam conta e acabamos não reagindo muito bem a algumas perguntas no momento da entrevista. Nesse caso, tenha em mente que a melhor maneira de responder qualquer pergunta é com sinceridade, conforme já falamos acima. Ou seja, o que trouxemos aqui, foi um guia para você conhecer as perguntas e não ser surpreendido por elas. As melhores respostar sempre serão as suas, com o seu perfil e suas vontades.

Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no InstagramFacebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Fonte: Blog Sua Carreira
Continuar Lendo

Criatividade

6 frases sobre criatividade para ter mais ideias

Publicado

on

Ah, mas eu não sou criativo. Fulano, faz tal coisa, já que tu é criativo. Quem nunca escutou essas frases, que atire a primeira pedra. Afinal, a criatividade é para todos SIM. Por isso, hoje traremos 6 frases sobre criatividade que vão te ajudar a ter mais ideias.

Existe uma forma de ser mais criativo?

Primeiramente, enquanto muitos acreditam que a criatividade é um dom, outros entenderam que ela é uma habilidade. Desta forma, assim como toda a habilidade, ela precisa ser exercitada, treinada. Ou seja, quanto mais você exercita, mais ideias e mais criativo você se torna. No livro Roube Como Um Artista, você entenderá mais sobre esta fala.

Além disso, a criatividade pode se manifestar de diferentes formas, seja na escrita, fazendo bom uso das palavras ou em diferentes áreas da vida. Assim como na música, nos esportes, na resolução de problemas. Mas para entender tudo isso, você precisa se fazer algumas perguntas.

Confira 6 frases sobre criatividade que vão te ajudar a ter mais ideias

Parece leviano falarmos que frases podem te ajudar a ter mais ideias, outrossim, ao entender os mecanismos da criatividade, você entenderá que, não só frases, mas toda e qualquer situação te ajudará a ser mais e mais criativo.

  1. “Criatividade é a inteligência se divertindo.” Albert Einstein

  2. “Você não pode esgotar a sua criatividade. Quanto mais você usa, mais você tem”. Maya Angelou

  3. “Criatividade é a arte de conectar ideias” Steve Jobs

  4. “Você tem que criar a confusão sistematicamente; isso liberta a criatividade. Tudo o que é contraditório cria vida.” Salvador Dalí

  5. “A preocupação com a crítica esmaga a criatividade.” Duane Alan Hahn

  6. “Mentes criativas são conhecidas por sobreviverem a qualquer tipo de mau treinamento.” Anna Freud

Contudo, ainda existem diferentes barreiras a serem quebradas quando o assunto é criatividade. Ou seja, entender mais o que e como a criatividade está inserida nas nossas vidas, como utilizamos ela no dia a dia, etc…

Então, gostou da matéria? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Dessa forma você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Business

Adobe Creative Cloud te dá 7 dias grátis. Saiba como fazer download

Publicado

on

Adobe Creative Cloud te dá 7 dias grátis. Saiba como fazer download

A Adobe Creative Cloud já é conhecida entre quem trabalha com softwares de criação. A gigante de mercado carrega em seu DNA a criatividade e a inovação necessárias que todos precisam. Além disso, assim como a gente, ela acredita que todas as pessoas são criativas. Mas, se você ainda tem dúvidas sobre seus programas e como funciona tudo isso, veja agora como a Adobe Creative Cloud te dá 7 dias grátis. E saiba como fazer download dos aplicativos.

Sobre a Adobe Creative Cloud

Se você trabalha com fotografia, design, vídeo, 3D, web, redes sociais, entre outros, você já deve conhecer, ou pelo ter ouvido falar da Creative Cloud. Mas, se você ainda tem dúvidas sobre o que é isso, a gente explica. Se trata de um pacote de aplicativos desenvolvidos exatamente para quem trabalha com as áreas mencionada acima. Com isso, lembramos de seus aplicativos mais famosos como o Illustrator, Photoshop e até o InDesign, mas a solução vai muito além disso.

Aplicativos como: Lightroom, Photoshop, Acrobat Pro, Illustrator, Premier Pro, After Effects, InDesign, Adobe XD, Animation Dreamweaver, entre outros, fazem parte desse pacote. Mas, ao acessar o site você pode também personalizar o seu pacote de softwares, de acordo com a sua área de trabalho. Nesse sentido o próprio site da Adobe possui uma solução onde você navega entre possibilidades de acordo com o seu foco de trabalho. Além disso, existem pacotes com preços diferentes para pessoas físicas, empresas, estudantes e professores e escolas e universidades. Dentro disso, estudantes e professores tem descontos que chegam a 60% e usuários novos podem ganhar até 40% de desconto.

As vantagens de assinar o pacote da Adobe

Então, no site da Adobe você tem a opção de contratar apenas um software. Por exemplo: se você trabalha com fotografia pode assinar apenas o Lightroom. Porém, em algum momento pode ser que você precise utilizar também o Photoshop, já que eles tem funcionalidades diferentes. Por isso, a assinatura da Creative Cloud acaba se tornando mais interessante financeiramente. Pois o valor dos aplicativos separados, quando somados, supera o valor do pacote.

Não obstante, os assinantes dos pacotes podem usufruir da Adobe Creative Cloud. Se trata de um grande espaço de armazenamento na nuvem. Dessa forma, você poderá salvar todos os seus trabalhos lá e trabalhar neles em diferentes dispositivos. Por exemplo, você pode iniciar um trabalho no computador e finalizá-lo no tablet ou celular. Sim, até por que muitos aplicativos da Adobe possuem a sua versão para tablet e celular. Viu? Mais vantagens.

Você também terá acesso ao Adobe Fontes, que é uma biblioteca com fontes para você usar livremente em seus projetos. São tipografias de altíssima qualidade, desenvolvidas por estúdios consagrados no meio tipográfico.

E claro, também tem todo o suporte da equipe da Adobe, atualizações dos softwares e uma área de aprendizado sobre os programas e outras teorias do design dentro do site deles. Basta desfrutar e aprender com esse conteúdo.

Creative Cloud te dá 7 dias grátis

Mas, se mesmo diante de tudo isso você ainda tem dúvidas sobre os softwares e os serviços da Adobe, você pode fazer um teste totalmente de graça. Para isso, basta acessar o site da Adobe e clicar no botão “Experimente grátis”. Você terá que fazer o seu cadastro e voilà é só fazer download dos aplicativos e começar a usar.

Quando acabar o período dos 7 dias grátis, você não conseguirá mais abrir os programas. Então, basta escolher o melhor plano para você e assinar.

 

Ah! E sim, a Billie Eilish é a garota propaganda da Adobe no Brasil. 🙂  <3

 

Veja também: Adobe Stock 70 mil arquivos para download gratuito

Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Instagram, Facebook e Spotify. Assim você poderá acompanhar todas as novidades sobre o mundo da criatividade!

Continuar Lendo

Mais Lidas