Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

TROC da AREZZO leva para o shopping o conceito de second hand de luxo

TROC inaugura sua primeira loja física em Curitiba focando no second hand de luxo, confira

0

Como assim Second Hand de luxo?

- Publicidade -

Cada vez mais as empresas e principalmente consumidores estão buscando a consciência na hora de consumir produtos e serviços. Nesse sentido, artigos de segunda mão, usados porém de boa qualidade torna-se um consumo atrativo e com significado para a economia circular. Bora entender um pouco mais desse projeto da TROC e Arezzo.

O que é o conceito Second Hand?

O conceito de “second hand” na moda refere-se ao mercado de roupas, acessórios e itens relacionados que já foram previamente usados por outras pessoas. O “second hand” é uma forma de consumo sustentável, onde os produtos são reutilizados em vez de descartados. Essa tendência tem ganhado cada vez mais popularidade devido ao crescente interesse em práticas de consumo consciente e redução do impacto ambiental. Além disso, o “second hand” também permite que as pessoas tenham acesso a peças únicas, vintage e de alta qualidade a preços mais acessíveis, promovendo a expressão individual e a diversidade no mundo da moda.

O termo “second hand” também pode se referir à compra e venda de roupas usadas online, por meio de plataformas e aplicativos especializados. Essas plataformas facilitam a conexão entre compradores e vendedores, permitindo que as pessoas desapeguem de itens que não usam mais e que outras possam adquiri-los. Essa economia circular da moda contribui para reduzir a produção excessiva de novas roupas, diminuindo a demanda por recursos naturais e energia. Além disso, ao optar por comprar roupas em segunda mão, as pessoas podem expressar seu estilo de forma mais original, evitando o consumo em massa e o desperdício de produtos da indústria da moda.

- Publicidade -

TROC inaugura a primeira loja física permanente no Shopping Pátio Batel, em Curitiba

TROC ARREZO
imagem: divulgação

 

Talvez você goste de ler também:

Conheça o fio do futuro e da moda

Tendências para este inverno 2023, confira!

 

- Publicidade -

A TROC, startup de compras e vendas de peças usadas em ótimo estado e que faz parte do grupo Arezzo&Co, inaugurou, na última quinta-feira (15), a sua primeira loja física permanente, localizada no Shopping Pátio Batel, em Curitiba. Assim como em seu e-commerce, a loja física oferecerá uma curadoria especial, com foco nas marcas mais desejadas do mercado nacional e internacional, incluindo um espaço dedicado às peças de luxo.

A marca já contou com diversas experiências físicas com lojas pop-up, uma inclusive no Pátio Batel, onde está inaugurando a loja permanente. Esse movimento marca a consolidação da TROC no mercado de second hand de luxo, saindo apenas do online e passando a oferecer uma experiência phygital fixa.

“Nossas lojas pop-up sempre fizeram muito sucesso com o público. A primeira pop-up no Pátio Batel durou seis dias e, em todos eles, tivemos o estoque praticamente esgotado. A última pop-up se consolidou por um ano e meio e, agora, vimos que é o momento certo de abrir a nossa primeira loja física permanente. Vamos disponibilizar tablets para que os clientes possam ter visibilidade de todo o estoque da loja, que vai muito além do que está exposto nas araras. Os clientes também terão a opção de visualizar todas as peças do e-commerce e agendar dias para provar essas peças em nossa loja”, comenta Luanna Toniolo, fundadora e CEO da TROC.

O evento de inauguração da loja, que está localizada no piso L3 do shopping, contou com a presença de clientes e influenciadores locais.

Sobre a economia circular

A economia circular é um conceito econômico e ambiental que busca minimizar o desperdício, maximizar o uso eficiente de recursos e fechar o ciclo de vida dos produtos. Ao contrário do modelo tradicional de economia linear, no qual os produtos são fabricados, usados e descartados, a economia circular propõe um sistema regenerativo, no qual os produtos são reutilizados, reparados, reciclados ou reintegrados de alguma forma.

Na economia circular, os produtos são projetados para serem duráveis, facilmente reparáveis e recicláveis. Além disso, são promovidos modelos de negócios baseados em compartilhamento, locação e serviços, em vez de posse individual. Os resíduos e subprodutos de um setor são considerados recursos valiosos para outro setor, estimulando a cooperação entre diferentes indústrias.

Esse modelo econômico visa reduzir a extração de matérias-primas, minimizar a geração de resíduos, economizar energia e reduzir a poluição. Ao adotar a economia circular, busca-se criar uma sociedade mais sustentável, na qual os recursos são preservados e utilizados de forma mais eficiente, ao mesmo tempo em que se impulsiona a inovação e a criação de novas oportunidades de negócios.

Sobre a TROC

A TROC é uma startup de tecnologia focada em moda circular, fundada em 2016 pela empresária Luanna Toniolo, em Curitiba. A empresa tem como principal diferencial a disponibilização de todo o serviço de curadoria, cadastro, precificação e armazenagem de peças usadas de marcas nacionais e internacionais em sua plataforma. O propósito da TROC é ampliar o ciclo de vida útil de roupas que já existem, criando uma grande rede de compra e venda de itens usados e em bom estado de conservação, fomentando a moda circular. Desde 2020, a empresa faz parte do grupo Arezzo&Co.

Então, o que você achou desse artigo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.