Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Consumo de concentrados de proteínas cresceu mais de 24% no Brasil

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos - ABIAD apontou crescimento de consumo de concentrados de proteínas no país, confira

0

Como assim concentrados de proteínas?

- Publicidade -

Ao que tudo indica, o povo brasileiro parece gostar de suplementos relacionados à saúde e bem-estar. Neste artigo vamos entender um pouco mais sobre este até então novo comportamento dos brasileiros que cresce constantemente.

Talvez você goste de ler também:

Conheça a MSG Sphere: 1 arena futurista que terá NBA, UFC entre outros grandes espetáculos em Las Vegas

5 dicas para manter a saúde bucal e melhorar a sua autoestima – Este é o Julho Neon!

Consumo de concentrados de proteínas cresceu mais de 24% no Brasil

- Publicidade -

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres – ABIAD, divulgou boletim econômico que mostra um aumento no consumo aparente (produção local mais importações, menos exportações) de concentrados de proteínas em 24,3% no primeiro trimestre de 2023.

A comparação é com o mesmo período do ano anterior, e as informações são da PIM-PF – IBGECOMEX STAT. Foi o segundo aumento seguido dessa categoria, que já havia registrado crescimento de 25% no acumulado de 2022, conforme divulgado pela ABIAD.

Outro indicador relevante sobre os concentrados de proteínas no acumulado dos três primeiros meses, foi o de importações, que registrou alta de 47% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando US$ 38,8 milhões.

“Nossos dados têm demonstrado ao longo do tempo um aumento constante nesse setor, o que reflete o perfil de consumo voltado à saúde, reforçado durante o período pandêmico”, destaca Thaise Mendes, Presidente da ABIAD.

proteínas concentradas
O preço da proteína é elevado para o povo brasileiro

- Publicidade -

Outras categorias também registraram aumento

Complementos alimentares e suplementos vitamínicos registraram crescimento de 18,3%. Esse resultado refletiu diretamente em um aumento geral de 6,3% no consumo de alimentos para fins especiais.

Outro destaque importante foi o crescimento no número de contratações no setor, com um total de 2.393 admissões registradas no acumulado de janeiro a março. O dado representa um aumento de 1,5% em comparação ao mesmo período de 2022.

Sobre a ABIAD

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD) foi fundada em 1986 com a missão de reunir empresas que se dediquem, direta ou indiretamente, à produção, industrialização, comercialização, distribuição e importação de matérias-primas e alimentos para fins especiais, incluindo nutrição infantil, nutrição enteral, diet e light, suplementos alimentares, nutrição esportiva, alimentos funcionais, dentre outras categorias.

A visão da ABIAD é ser a principal referência do setor de alimentos para fins especiais, desempenhando papel de interlocutora desse mercado com o Poder Público, órgãos internacionais, academia, consumidores e profissionais de saúde, sempre baseada em dados científicos sólidos para que os consumidores tenham acesso a produtos seguros, benéficos a sua saúde e de alta qualidade.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Ascom ABIAD

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.