Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

7 dicas para fazer as roupas íntimas durarem mais

Especialistas apontam 7 dicas para fazer durar mais suas roupas íntimas

0

Especialistas ensinam como higienizar corretamente as peças delicadas, qual o modo de lavagem ideal e quais produtos podem ser utilizados

7 dicas para fazer as roupas íntimas durarem mais

- Publicidade -

Você já comprou uma lingerie e após poucos usos precisou descartar a peça por estar desbotada, deformada, com problemas no elástico ou rasgada? Se sim, isso pode estar relacionado a forma como você as higieniza. Por serem peças de uso diário, consequentemente as roupas íntimas passam por constantes lavagens, tornando os cuidados indispensáveis durante esse processo. Da técnica de lavagem à secagem ideal, passando pelos produtos, reunimos algumas dicas com especialistas para contribuir com a vida útil das peças.

 

Lavar as roupas íntimas na máquina ou à mão? Posso usar alvejante? Como escolher o produto ideal para cada tecido? Essas são grandes dúvidas na hora de lavar as roupas. Sabendo disso, Leticia Correia, fundadora da marca de pijamas e lingeries AVA Intimates e Marcella Zambardino, Diretora de Impacto e sócia fundadora da marca de produtos de limpeza e autocuidado ecológicos positiv.a, compartilham 7 dicas para que as peças durem mais tempo no seu guarda-roupa. Confira!

Talvez você goste de ler também:

Tinder e Spotify: as músicas que mais embalam os amantes no Brasil, confira

- Publicidade -

aprenda a lidar com a traição em uma relação amorosa

Siga as instruções de lavagem

 

Antes de quebrar a cabeça pensando qual o melhor método de limpeza, a primeira recomendação é atentar-se à etiqueta das peças. Segundo Letícia Correia, as marcas de moda íntima têm se atentado cada vez mais às recomendações de cuidados especiais para as peças, inclusive com explicações do que significam os símbolos de limpeza e secagem presentes nas etiquetas.

 

“Quando vamos lavar uma peça pela primeira vez, raramente seguimos as instruções de lavagem. Isso é um dos motivos pelos quais as roupas íntimas costumam durar menos. Antes de cada lavagem, é necessário seguir corretamente as instruções que estão na etiqueta do produto, isso porque alguns tecidos delicados precisam de cuidados especiais, como lavagem à mão ou um ciclo específico, como o delicado. Isso envolve também deixar claro se a peça pode soltar ou não tinta, demandando limpeza individual”, explica.

 

Lave as roupas íntimas separadamente

 

- Publicidade -

Para evitar que as roupas íntimas sejam danificadas pelo atrito com outras peças, como camisetas e calças jeans, é importante lavar separadamente. Caso não possa lavar a mão ou sejam grandes quantidades, considere a lavagem em máquina. Caso a máquina possua agitador, é indicado colocar as peças em um saco de limpeza. “Ele evita que a peça entre em atrito com o agitador e se desgaste. Outra dica é separar as peças por tecido e cor, para evitar que a peça seja malhada”, ressalta Letícia.

 

Peças delicadas devem ser lavadas à mão

 

As calcinhas e sutiãs com renda e seda não devem ser colocadas na máquina de lavar, explica Letícia. Mesmo em ciclos mais delicados, esses tecidos podem rasgar, desgastar ou se deformar durante os processos de agitação e centrifugação. Lavar à mão permite que a pessoa tenha mais controle sobre a fricção.

 

Use sabão de coco ou neutro

 

“O ideal é lavar as peças íntimas sempre com sabão neutro, de preferência ecológico, por ser feito diretamente com óleo de coco, livre de cloro, fragrância artificial e petróleo. Essa composição não agride a pele e é segura para roupas íntimas e delicadas, como roupas de bebê, absorventes reutilizáveis e fraldas de pano”, explica Marcella Zambardino, da positiv.a. Atualmente, existem opções em barra ou em pó, que podem inclusive serem dissolvidas em um pouco de água morna antes de aplicar na peça. “Não é recomendado usar a barra seca direto na peça úmida, isso pode causar atrito com o tecido”, complementa.

 

Cuidados especiais para remover manchas de sangue

 

Durante a menstruação, algumas pessoas que menstruam optam por usar calcinhas absorventes de pano ou, mesmo ao usar absorventes descartáveis, pode acontecer de caírem pequenas gotas de sangue na calcinha. Para remover manchas, é preciso redobrar o cuidado na escolha do produto. Usar um produto que não remove manchas ocasionará um aumento na necessidade de fricção. Uma dica, segundo Marcella, é combinar o sabão de coco com o tira-manchas. O tira-manchas ecológico é feito com apenas 2 ingredientes minerais, remove manchas difíceis de forma fácil e além de ser seguro para roupas delicadas, também é seguro para a pele”, reforça Marcella.

 

“Aplique o tira-manchas na área manchada da roupa íntima antes de lavar. Esfregue de forma suave o produto na mancha e deixe agir por alguns minutos, seguindo as instruções do fabricante. Se a mancha for persistente, repita o processo e deixe a roupa de molho por algum tempo, depois, lave como de costume”, comenta Marcella.

 

Prefira secar as peças à sombra

 

Após a higienização correta das peças, elas devem ser colocadas em local seco e arejado para secar. “É preferível deixar as peças secando à sombra, o calor direto do sol pode provocar o desbotamento da cor, danificar as fibras do tecido, tornando a peça íntima mais propensa a riscos, por exemplo. Além disso, a exposição prolongada ao sol também pode causar o encolhimento do tecido”, completa Marcella.

 

Guarde adequadamente

A última dica é: guarde bem as suas peças. Apesar de parecer uma dica óbvia, não é. Na hora de armazenar no guarda roupa as peças, dobre adequadamente para evitar deformações na peça ou que ela junte-se a outras na gaveta. “Sabemos que a indústria da moda é uma das mais poluentes do mundo. Quando falamos de cuidar das peças e ampliar a vida útil delas, estamos falando também de sustentabilidade. Precisamos ampliar esse debate”, finaliza Letícia.

 

Sobre a positiv.a:

A positiv.a é uma marca de limpeza e autocuidado ecológicos com produtos para cuidar da casa, do corpo e, ao mesmo tempo, da natureza. Criada em 2016, a empresa tem no portfólio produtos para lavanderia, cozinha, superfícies, banho, higiene bucal, desodorante e pele, com embalagens feitas de plásticos e papéis 100% reciclados.

Certificada pelo Sistema B desde 2017, a positiv.a tem entre os diferenciais a inovação, com produtos de base vegetal, eficientes e circulares; a construção de uma comunidade de marca alinhada com os propósitos da companhia; a disponibilidade, com presença digital e física no varejo; e a acessibilidade, por meio da democratização do acesso aos produtos ecológicos. Desde a criação, a empresa já produziu mais de 668 mil litros de produtos de limpeza ecológicos, reciclou mais de 44 toneladas de plástico e 1,3 toneladas de rede de pesca, além de gerar mais de R$2,1MM de renda para pequenos produtores. Todo esse impacto rendeu à positiv.a o reconhecimento como uma das 10 startups mais conscientes pelo Movimento Capitalismo Consciente Brasil.

 

Sobre a AVA Intimates:

 Criada em 2015 pela estilista Letícia Romão, após perceber que as marcas de lingeries e pijamas do mercado brasileiro não investiam em peças autorais com informação de moda, a AVA Intimates é uma fashiontech que desenvolve pijamas e lingeries exclusivos, limitados, com estampas autorais e grade de tamanho que alcança diferentes corpos.

O objetivo da marca nativa digital, já presente no JK Iguatemi e nos Jardins, em São Paulo, é dar às peças de moda íntima e sleepwear um lugar de destaque no look. Na pandemia, quando aumentou a busca online por pijamas, a AVA Intimates cresceu 85%, crescimento que se mantém com o investimento em estratégias omnichannel da marca.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.