Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

CUIDADO com novo golpe do PIX 2023; agora a fraude é automatizada e realiza pagamentos; saiba como se previnir!

Novo golpe do Pix cria "mão fantasma" que realiza transações automaticamente, saiba tudo aqui!

0

O Pix sob Ameaça: A Evolução do Golpe

- Publicidade -

O universo digital trouxe inovações inestimáveis para o mundo financeiro, mas também abriu portas para a criatividade criminosa. Um exemplo disso é o novo golpe do Pix, que tem lançado dúvidas e preocupações sobre a segurança das transações bancárias via smartphones.

Essa tática, que consiste em alterar o destinatário do dinheiro, é uma evolução do conhecido “Golpe da Mão Fantasma”. A diferença agora é que esse ardil pode ser automatizado, eliminando a necessidade de um hacker ativo online. Tudo isso graças à técnica ATS, sigla em inglês para Automated Transfer System (Sistema de Transferência Automatizada).

Talvez você goste de ler também:

Experimente Amazon Prime GRÁTIS AQUI

- Publicidade -

Alexa com MENOR PREÇO agora, aproveite!

A Alcance do Golpe

De acordo com a empresa de segurança cibernética Kaspersky, o golpe do Pix já tentou atacar quase 6 mil vítimas no Brasil somente em 2023. Isso é alarmante, especialmente quando o Brasil se destaca como o quinto país mais afetado por fraudes bancárias em dispositivos móveis, liderando o ranking de vítimas em desktops. Mas o que exatamente sabemos sobre essa nova ameaça? E, mais importante ainda, como podemos nos proteger dela?

Desvendando o Golpe

Para entender como o golpe funciona, é importante falar sobre trojans, também conhecidos como “cavalos de Troia” financeiros. Esses são softwares maliciosos que se disfarçam de arquivos ou aplicativos legítimos, infiltrando-se em dispositivos ou computadores com o objetivo de aplicar golpes e roubar dados e dinheiro.

- Publicidade -

A fraude começa quando os criminosos conseguem infectar os celulares das vítimas com o malware bancário. Isso ocorre geralmente por meio de aplicativos falsos, que são frequentemente baixados de fontes não oficiais, se passando por programas legítimos. Uma vez instalado, o software corrompido solicita a permissão de acessibilidade, uma ferramenta comum em dispositivos Android, originalmente destinada a pessoas com deficiência. O aplicativo falso exibe um aviso de “atualização” que, supostamente, é indispensável para o uso do app, pressionando o usuário a aceitar. É nesse ponto que os hackers ganham acesso ao dispositivo.

O Golpe Automatizado do ATS

Quando uma transação Pix é iniciada, o malware ATS entra em ação, bloqueando a tela do celular até que a transferência seja processada. Enquanto o usuário espera, o aplicativo falsificado manipula a operação, alterando o destinatário da transação. Como esse processo agora é automatizado, a troca é realizada rapidamente, diminuindo as chances de suspeita. Quando a tela para inserção de senha aparece, o golpe já foi executado. Essa tática é particularmente perigosa, pois permite burlar autenticações biométricas, como o uso de impressões digitais ou reconhecimento facial. Curiosamente, a fraude pode ocorrer mesmo com a tela do celular desligada.

Medidas para Evitar o Golpe do Pix

Para se proteger desse golpe, é fundamental dar preferência a aplicativos disponíveis nas lojas oficiais, que geralmente oferecem programas confiáveis. Aplicativos de fontes paralelas podem ser menos criteriosos ou até mesmo falsos, abrindo caminho para golpes. Além disso, a permissão de acessibilidade deve ser evitada por usuários que não necessitam dela. Afinal, os trojans bancários modernos dependem dessa autorização para funcionar. Outra medida importante é habilitar a autenticação de dois fatores (2FA) em contas online, especialmente aquelas relacionadas a métodos de pagamento. Dessa forma, você aumenta consideravelmente sua segurança online e reduz o risco de se tornar uma vítima desses golpes virtuais.

Considerações finais

O cenário digital evolui rapidamente, e com ele, surgem ameaças cada vez mais sofisticadas. É crucial estarmos atentos e preparados para enfrentar esses desafios, mantendo nossos dados e finanças seguros em um mundo cada vez mais conectado. Portanto, adote medidas de segurança, fique atento às atualizações e esteja sempre um passo à frente dos criminosos cibernéticos. Afinal, sua segurança está em suas mãos, e a prevenção é a melhor forma de defesa.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.