Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Alerta de Exclusão: 393 mil MEIs são Notificados pela Receita Federal, saiba tudo aqui!

Muito cuidado se você é MEI e possui alguma pendência com a Receita Federal, corra para regularizar!!!

0

A Receita Federal está emitindo um alerta crucial para os Microempreendedores Individuais (MEIs) que possuem dívidas ativas: é hora de agir para regularizar a sua situação financeira. Recentemente, a Receita Federal enviou notificações para 393.678 MEIs inadimplentes, que juntos acumulam uma dívida total de R$ 2,25 bilhões com o Fisco.

- Publicidade -

No entanto, existe uma oportunidade para esses contribuintes regularizarem seus CNPJs e evitarem a exclusão do Simples Nacional devido às pendências financeiras.

Talvez você goste de ler também:

NO PRECINHO: 8 destinos na América do Sul onde o real brasileiro vale mais R$🤑💶

MOEDAS RARAS: moeda de 50 centavos pode render até R$ 1.750 – será que você tem guardado?

- Publicidade -

Nômade Digital a partir de R$ 2.500 por mês: 11 Cidades Acessíveis e Encantadoras do mundo 

Alerta de Exclusão: 393 mil MEIs são Notificados pela Receita Federal, saiba tudo aqui!

Alerta de Exclusão: 393 mil MEIs Notificados pela Receita Federal

Prazo Importante: 01/01/2024

Para evitar a exclusão do Simples Nacional, que entrará em vigor a partir de 01/01/2024, os MEIs notificados devem regularizar seus débitos integralmente. Isso pode ser feito por meio do pagamento à vista ou pelo parcelamento da dívida. O prazo para essa ação é de 30 dias, a contar da data em que o Termo de Exclusão foi comunicado pela Receita Federal entre os dias 11 e 14 de setembro.

Como Verificar sua Situação

- Publicidade -

Para saber se você está inadimplente, existem várias opções de consulta disponíveis:

1. Portal do Simples Nacional: Você pode verificar sua situação na aba dos serviços do Simei, acessível no portal do Simples Nacional.

2. Portal e-CAC: O Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional e MEI também disponibiliza informações sobre sua inadimplência.

3. Site da Receita Federal: A consulta pode ser realizada diretamente no site da Receita Federal, mas é necessário ter um código de acesso específico. Alternativamente, é possível verificar através do Gov.br, porém, em contas nível prata, ouro ou com certificado.

Mesmo que você não tenha recebido um Termo de Exclusão, é fundamental regularizar suas dívidas com a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional para evitar futuras exclusões do Simples Nacional e desenquadramentos do Simei.

Como Regularizar sua Situação Financeira

Após receber a notificação da Receita Federal, é importante saber como proceder para regularizar seus débitos em atraso. Veja como:

Débito de ISS e ICMS: Esses débitos devem ser pagos através de uma guia específica do município ou estado responsável pelo tributo.

Débito de INSS: O INSS em atraso deve ser recolhido por meio do DAS DAU (Documento de Arrecadação da União), um documento específico para Dívidas Ativas da União.

Além disso, é importante lembrar que a entrega das Declarações Anuais do Simples Nacional do MEI (DASN-MEI) pode ser realizada tanto pelo portal do Simples Nacional quanto pelo aplicativo MEI.

Considerações finais

Agora que você está ciente da situação e das medidas necessárias, é fundamental agir rapidamente para evitar a exclusão do Simples Nacional e manter seu negócio regularizado. Não deixe essa notificação passar despercebida e cuide da saúde financeira do seu MEI. Lembre-se de que a regularização é essencial para o crescimento e a estabilidade do seu empreendimento.

Sobre MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria empresarial criada pelo governo brasileiro com o objetivo de formalizar pequenos empreendedores e proporcionar-lhes benefícios e facilidades para a gestão de seus negócios. Para se enquadrar como MEI, é necessário faturar até R$ 81 mil por ano e exercer uma das atividades econômicas permitidas pela legislação. Um dos principais atrativos do MEI é a simplificação dos processos, como a isenção de diversas taxas e a possibilidade de emissão de notas fiscais. Além disso, os MEIs contam com benefícios previdenciários, como aposentadoria por idade e auxílio-doença, desde que estejam em dia com suas contribuições mensais.

Os MEIs desempenham um papel fundamental na economia brasileira, promovendo a formalização de negócios informais e impulsionando a geração de empregos. Eles têm uma carga tributária reduzida e contam com simplicidade na prestação de contas ao governo, o que os torna uma opção atrativa para empreendedores que desejam iniciar ou regularizar suas atividades de forma simples e econômica. No entanto, é importante que os MEIs estejam atentos às obrigações fiscais e trabalhistas, bem como à regularidade de seus pagamentos, para aproveitar plenamente os benefícios oferecidos por essa categoria empresarial.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.