Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Google terá que pagar indenização de R$ 15 mil por violação de privacidade de brasileira no Street View, confira

Google terá que indenizar em R$ 15 mil por brasileira exposta pelo Street View, entenda o caso

0

Google Condenado a Pagar Indenização de R$ 15 mil por Violação de Privacidade no Street View

- Publicidade -

A tecnologia avança a passos largos, mas a questão da privacidade continua a ser uma preocupação constante. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) emitiu uma decisão significativa, condenando o Google a pagar uma indenização de R$ 15 mil a uma brasileira cuja imagem foi exposta sem autorização na função Street View do Google Maps. Neste artigo, vamos explorar os detalhes do caso e as implicações dessa decisão.

Talvez você goste de ler também:

EMOCINANTE: Freddie Mercury canta evidências com a magia da Inteligência artificial, confira

Elma Chips está dando pix de R$ 500 para você comer salgadinhos da marca, saiba como participar

- Publicidade -

Ganhe Dinheiro Dormindo: Descubra 5 Profissões de Renda Passiva

Google Street View
reprodução

A Exposição Não Autorizada no Street View

O caso em questão envolve uma mulher de 61 anos que foi fotografada pelo Google enquanto trabalhava como diarista em uma residência em São Paulo. A imagem parcial de seu rosto foi capturada e disponibilizada no Street View, uma função que permite aos usuários visualizar as ruas como se estivessem caminhando por elas. Quando a mulher percebeu a exposição de sua imagem sem seu consentimento, ela tentou contatar o Google em duas ocasiões, pedindo a remoção imediata de sua fotografia da plataforma, mas não obteve resposta. Frustrada com a falta de cooperação, ela decidiu buscar reparação na justiça.

O Veredito do Tribunal de Justiça

- Publicidade -

Na decisão do TJSP, o desembargador Enio Zuliani destacou que a mulher nunca autorizou o uso de sua imagem pelo Google e que só conseguiu que a imagem fosse desfocada após buscar uma tutela antecipada na justiça. O magistrado considerou que a conduta do Google, ao não atender prontamente à solicitação de remoção da imagem, violou os direitos da mulher e não foi razoável. Além disso, ele enfatizou a associação da imagem da mulher com a localização da propriedade onde ela trabalhava, o que resultou em uma “ofensa ao direito de personalidade”. Portanto, o valor da indenização por danos morais foi estabelecido em R$ 15 mil.

A Responsabilidade do Google

O veredito também ressalta a responsabilidade do Google em proteger a privacidade de indivíduos e em agir prontamente quando solicitações de remoção de conteúdo são feitas. O desembargador Zuliani argumentou que, embora o Google desempenhe um papel importante na localização de endereços e na facilitação da vida dos usuários, isso não o isenta de responsabilidade por permitir a exposição não autorizada de imagens que possam identificar pessoas.

Conclusão

A decisão do TJSP estabelece um importante precedente em relação à privacidade e aos direitos das pessoas em um mundo cada vez mais digital. Ela enfatiza a importância de empresas como o Google agirem com responsabilidade ao lidar com informações pessoais e imagens de indivíduos. Além disso, ressalta a necessidade de resposta rápida às solicitações de remoção de conteúdo não autorizado.

À medida que a tecnologia continua a avançar, questões de privacidade como essa certamente continuarão a surgir, tornando essas decisões judiciais ainda mais relevantes para proteger os direitos dos cidadãos. Até o momento, o Google não emitiu um comunicado sobre o caso, mas ele destaca a importância da conscientização e da proteção da privacidade em nosso mundo digital em constante evolução.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.