Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Projetos da Casa Cor com storytelling, entenda

Casa Cor com Storytelling: a arte que conta histórias invade a amostra com projetos de ambientes cheios de conteúdo

0

Como assim Casa Cor com storytelling?

- Publicidade -

As casas sempre foram testemunhas das histórias e das memórias que nelas se abrigaram e nas suas paredes se fixaram. Dos tijolos que envelhecem às pinturas que descascam, nelas habitam as vivências que jamais se apagam.

E essas histórias também estão presentes nas obras de arte que servem de apoio à proposta de decoração da Casa Kraftizen Cosentino, projeto assinado pelo trio da SUÍTE Arquitetos, na CASACOR São Paulo, que segue até o dia 06 de agosto, no Conjunto Nacional. Com foco em artistas consagrados e jovens talentos, os profissionais trouxeram obras que apoiam a narrativa do ambiente, baseada na intersecção entre a natureza e a tecnologia.

Talvez você goste de ler também:

Entenda a relação da moda sustentável e meio ambiente

- Publicidade -

Banheiro pequeno: 12 dicas geniais para ampliar espaços de forma mágica

6 Filmes “Curativos” para Alegrar o Dia e Tirar Aquela Vibe Depressiva

Projetos da Casa Cor com storytelling, entenda

 

Logo na entrada do ambiente, chama a atenção a obra do mexicano Héctor Zamora, que vive e trabalha no Brasil há quase uma década. Na série “3 – Potencialidades A” (2022), Zamora utiliza tijolos cerâmicos que desconstrói para compor combinações.

Ao desviar e (re)contextualizar elementos que extrai do contexto arquitetônico ou social das cidades e países em que atua, ele expande os limites da esfera real, cria conexões inesperadas e nos convida a repensar nossa relação com a vida cotidiana como bem como ao nosso ambiente. um alfabeto de formas feitas a partir de uma única estrutura de partida.

Obra de Héctor Zamora

 

- Publicidade -

Ainda no living, o armário da coleção Capacho, do Estúdio Campana, construído a partir da fibra natural de coco, aparece ao lado da peça Pertencimento, da artista plástica mineira Shirley Paes Leme. A obra, que traz o texto “Minha terra está em mim”, faz parte da série de frases fundidas em bronze que aparecem frequentemente nas exposições da autora. Completa o trio destacado, a obra do artista visual José Rufino – Fieri Additio – que faz um convite à criação.

Escadas que não tocam o chão levam nosso olhar ao labirinto do volume central. A partir deste, uma outra escada nos leva ao infinito. Ao mesmo tempo, somos presos pelo minucioso trabalho com a madeira, corda e metal. Todos os elementos são faíscas para nossa imaginação.

 

Outra peça que chama atenção no espaço está localizada na parede ao fundo da estante que emoldura o quarto. Trata-se da obra GRÃO 120, do paulista Marcos Amato. Criada esse ano, a escultura iluminada mostra que há beleza na transformação.

Quando o espectador interage com a obra, tocando no pino de latão esculpido, que fica na lateral, uma luz interior se acende mostrando todo seu potencial e deixando claro que a primeira impressão não é a que fica.

Grão 120 de Marcos Amato

 

Sobre a SUITE Arquitetos

A SUITE Arquitetos é um escritório especializado em criar projetos personalizados que traduzem a identidade de marcas e pessoas em arquitetura. A autenticidade dos projetos é conquistada pela constante inovação na elaboração dos mínimos detalhes, por meio de frequente pesquisa e tecnologia de ponta, arte e design.

Em 2016, o trio de arquitetos – Carolina Mauro, Filipe Troncon e Daniela Frugiuele – formalizou a criação da SUITE Design, onde desenvolve produtos e mobiliários tanto para projetos quanto para os clientes finais.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.