Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Capinha de celular com AIRBAG viraliza em vídeo nas redes: é real ou fake?

É real? Capinha de celular com airbag viraliza em vídeo

0

Desvendando o Mito: Capinha de Celular com Airbag

- Publicidade -

A viralização de vídeos nas redes sociais é algo comum, e muitas vezes somos surpreendidos por conteúdos que parecem incríveis e inovadores. Recentemente, um vídeo chamou a atenção ao mostrar uma capinha de celular com airbag embutido, aparentemente capaz de proteger o dispositivo de quedas. Mas será que essa inovação realmente existe?

Neste artigo, vamos investigar a veracidade desse conceito e descobrir a verdade por trás do vídeo.

Talvez você goste de ler também:

Experimente Amazon Prime GRÁTIS AQUI

- Publicidade -

Alexa com MENOR PREÇO agora, aproveite!

Lançamentos Netflix: Confira 5 Produções de Impacto Para Esta Semana!

O Vídeo Viral

O vídeo em questão foi compartilhado por um criador de conteúdo conhecido como “Vector” no TikTok. Nele, vemos um smartphone caindo em direção ao chão, apenas para ser salvo no último momento pelo que parece ser um airbag embutido na capinha do celular. O vídeo rapidamente ganhou quase 980 mil visualizações, e quando repostado no Twitter, ultrapassou a marca de 2 milhões de visualizações. Aparentemente, a ideia de uma capinha de celular com airbag empolgou muitos espectadores.

@user7992850921453Airbag phone case

♬ nhạc nền – Victor

- Publicidade -

A Verdade por Trás do Vídeo

Infelizmente, ambos os vídeos são falsos. Eles foram criados com o uso de técnicas avançadas de edição de imagem. A queda do smartphone é filmada separadamente, e, em seguida, uma segunda gravação é sobreposta, mostrando o smartphone com um plástico inflável conectado a ele. A sobreposição é realizada de forma habilidosa e sincronizada para criar a ilusão de que a capinha tem um airbag que se infla a tempo de evitar a queda do celular.

No final do vídeo de “Vector,” o próprio criador de conteúdo revela o truque por trás da “tecnologia” utilizada para criar a capa com airbag: ele mostra que a capa é na verdade uma simples fita adesiva enrolada entre o celular e o plástico inflado.

Isso serve como um lembrete de que nem tudo o que vemos na internet é real. Mesmo quando os vídeos viralizam e parecem incríveis, é essencial manter um espírito crítico e não acreditar em tudo o que encontramos online. Assista a um vídeo até o final e investigue antes de aceitar algo como verdade.

O Projeto de Capinha com Airbag que Realmente Existiu

Embora a capinha de celular com airbag do vídeo seja fictícia, é interessante observar que, em 2018, um estudante alemão chamado Philip Frenzel criou e patenteou um conceito semelhante. Ele desenvolveu a “ADcase,” uma capa de proteção reutilizável com sensores integrados capazes de detectar uma queda livre iminente. Quando a queda é detectada, a capa aciona abas flexíveis nas extremidades, impedindo que o corpo do smartphone entre em contato com o solo.

O projeto da ADcase foi lançado como uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, mas infelizmente não alcançou a meta necessária para a produção em larga escala. Portanto, embora a capinha de airbag do vídeo seja fictícia, o conceito de proteção de queda para smartphones realmente existiu, mesmo que tenha permanecido no papel devido a desafios de financiamento.

Considerações finais

Em resumo, a capinha de celular com airbag que viralizou recentemente é uma ilusão criada por meio de técnicas de edição de vídeo. No entanto, a ideia de proteger nossos dispositivos de quedas é uma aspiração real, como demonstrada pelo projeto da ADcase. A lição aqui é que, enquanto exploramos inovações incríveis online, devemos sempre manter um olhar crítico e investigar a veracidade das informações que encontramos. A verdade nem sempre é o que parece nas redes sociais.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.