Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

O MUNDO DEPOIS DE NÓS: Entenda o final do filme da Netflix que anda CAUSANDO nas redes sociais

0

O Mundo depois de nós, filme cheio de reflexões e opiniões

- Publicidade -

A mais recente produção da Netflix, “O Mundo Depois de Nós” (2023), protagonizada por estrelas renomadas como Julia Roberts, Ethan Hawke, Mahershala Ali e Kevin Bacon, chegou ao catálogo na última sexta-feira, conquistando rapidamente uma posição de destaque entre os conteúdos mais assistidos.

No entanto, o filme não está apenas cativando audiências; está incitando debates acalorados nas redes sociais. Vamos mergulhar no mundo apocalíptico desta produção que tem gerado tanta controvérsia.

Talvez você goste de ler também: Elon Musk rebate filme da Netflix e responde sobre cena de Teslas em ‘O Mundo Depois de Nós´

O Cenário Apocalíptico

- Publicidade -

Na trama, os Estados Unidos enfrentam uma queda abrupta de energia, resultando em um caos que impede o acesso à TV, internet e informações. A narrativa, inspirada no livro homônimo de Rumaan Alam, apresenta um apagão inexplicável, forçando duas famílias a enfrentar fenômenos estranhos em meio ao colapso tecnológico.

Amanda (Julia Roberts) e Clay (Ethan Hawke) alugam uma casa de férias, mas são surpreendidos por outro casal, Ruth (Myha’la Herrold) e G. H. (Mahershala Ali), que afirmam ser os verdadeiros proprietários.

Um Mundo em Colapso e Reflexões Sociais

Enquanto o mundo desmorona em uma distopia cibernética, o filme aborda temas sociais como dependência tecnológica, preconceito e individualismo. O choque entre as famílias, exacerbado por questões de classe social e raça, cria um microcosmo que espelha as tensões contemporâneas.

- Publicidade -

Além de construir uma narrativa com uma jornada repleta de acontecimentos paralelos totalmente misteriosos aos personagens, mantendo um clima tenso e desconfortável entre todos.

A desconfiança, o individualismo, teorias da conspiração, a natureza demonstrando mudanças, o caos urbano são alguns indícios interessantes que criam uma atmosfera nebulosa na história desenvolvida.

Final Enigmático e Interpretativo

Alerta de Spoiler! O filme conclui com um final enigmático, deixando perguntas sem resposta sobre as causas do apagão. A incerteza do desfecho gera interpretações variadas, desde a crítica à dependência tecnológica até a reflexão sobre o individualismo e o sentimento de superioridade americano.

O Mundo Depois de Nós: Uma Jornada Eletrizante pelo Desconhecido
Netflix

Em entrevista à Variety, o autor Rumaan Alam defendeu a escolha consciente de manter o final em aberto, ressaltando a sensação assustadora do desconhecido.

O diretor Sam Esmail, no evento Tudum da Netflix, explicou seu fascínio pela influência da tecnologia na sociedade, destacando a mudança nas interações humanas desde a ascensão da tecnologia.

O Veredito da Crítica

Enquanto o público está dividido, a crítica especializada também expressa opiniões divergentes. Alguns classificam o filme como ruim, comparando-o até mesmo a episódios genéricos da série “Black Mirror”, conhecida por explorar as consequências imprevistas da tecnologia. A tensão racial é elogiada como um ponto forte, mas a falta de direção clara na narrativa é criticada por outros.

Para Ticiano Osório de GZH, o filme às vezes lembra um episódio estendido e genérico de “Black Mirror”, enquanto Flávio Pinto do Omelete questiona a falta de clareza nas propostas do filme, apontando para uma série de temas desorganizados. Beatriz Izumino da Folha de S. Paulo destaca uma visão americana equilibrada entre confiança e paranoia.

Conclusão: Uma Conversa que Vai Além da Tela

O filme, mesmo recebendo críticas negativas, é elogiado por sua inteligência e relevância pela CNN. “O Mundo Depois de Nós” não apenas entretém, mas também desencadeia conversas profundas sobre questões sociais, tecnológicas e existenciais.

Independentemente da opinião individual, é inegável que a produção alcançou seu objetivo ao provocar reflexões e debates que ecoam muito além dos cliques nas redes sociais.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.