Criatividade, marketing, branding, comunicação, design, empreendedorismo, inovação, futurismo e outras temáticas do universo da economia criativa.

Elon Musk cria polêmica limitando publicações no Twitter, entenda mais 1

Não é de hoje que Elon Musk cria polêmica, entenda o que anda acontecendo

0

O bilionário Elon Musk cria polêmica ao anunciar no dia 1 de julho que a partir de agora todas as publicações do Twitter serão limitadas por usuários.

- Publicidade -

Não seria esse um movimento contrário a liberdade defendida por ele? bora entender mais sobre isto.

Elon Musk cria polêmica sobre limitando publicações no Twitter

Nesse último sábado, Elon Musk alterou a quantidade que os internautas podem consumir na rede social.

Inicialmente, Musk delimitou as coisas nas redes sociais. Os usuários do Twitter podem ler 10 mil tweets por dia, se forem usuários verificados. Para não verificados até 1 mil e novos usuários podem acessar até 500 tweets.

Porém, essas regras foram alteradas posteriormente, limitando para até 10 mil para perfis verificados, 800 para não verificados e novos usuários podem acessar até 400 postagens.

- Publicidade -

Polêmica na internet

Muitos usuários questionam tal decisão do magnata, inclusive subindo a hashtag #RipTwitter entre outras tantas manifestações. Confira a seguir:

 

- Publicidade -

 

Por que Elon Musk mudou a regra do Twitter?

Por meio da própria rede social, Musk afirmou que os limites temporários foram aplicados para “lidar com níveis extremos de extração de dados e manipulação do sistema”.

Em outras palavras, essa foi uma medida temporária e de emergência aplicada a rede social, uma vez que existem dados roubados e manipulação do sistema por robôs e interesse privado dentro do Twitter.

Desde ontem a rede social sobre instabilidade, com erros na página inicial do Twitter.

Talvez você goste de ler também:

Receita Federal libera restituição do Imposto de Renda para mais de 5 milhões de contribuintes

Terra SEM INTERNET? Pesquisadores da Nasa alertam para possíveis impactos do Sol nas redes de comunicação

As polêmicas e Musk nas redes sociais

Elon Musk, CEO de empresas como a Tesla, SpaceX e Twitter, tem sido uma figura frequentemente envolvida em polêmicas ao longo dos anos. Suas declarações e ações nas redes sociais, como no Twitter, têm causado controvérsia e atraído atenção da mídia.

Por exemplo, Musk já enfrentou críticas por suas opiniões sobre a pandemia de COVID-19, onde suas postagens e comentários foram considerados insensíveis e minimizaram a gravidade da situação. Além disso, suas declarações sobre regulação governamental, interações com investidores e até mesmo sobre a eficácia de determinadas tecnologias têm gerado debates acalorados.

Enquanto muitos admiram sua visão e inovação, outros questionam suas atitudes e sua responsabilidade como uma figura pública de influência. A controvérsia em torno de Elon Musk é um reflexo da sua posição de destaque no mundo empresarial e tecnológico, e continua a gerar discussões sobre o equilíbrio entre liberdade de expressão, responsabilidade social e as consequências das palavras e ações de indivíduos proeminentes.

Sobre o Twitter

O Twitter é uma plataforma de mídia social que revolucionou a forma como nos comunicamos e interagimos online. Com sua limitação de 280 caracteres por tweet, o Twitter estimula a concisão e a objetividade, incentivando os usuários a transmitirem suas ideias de forma direta e impactante. Essa característica tornou o Twitter uma ferramenta poderosa para a disseminação de informações em tempo real, permitindo que notícias, eventos e opiniões se espalhem rapidamente pela rede.

Além disso, o Twitter é uma plataforma onde as pessoas podem encontrar comunidades que compartilham interesses comuns, criar conexões pessoais e engajar-se em conversas relevantes sobre diversos assuntos, desde política e cultura até entretenimento e esportes. Com sua influência global, o Twitter se tornou um espaço vital para a expressão individual e para a construção de um diálogo global diversificado e dinâmico.

Então, o que você achou desse conteúdo? Comente, compartilhe esse conteúdo e nos siga no Google Notícias e nossas redes Instagram, Facebook e Spotify

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.